Bancos devem funcionar durante feriadão na Paraíba

26 de março de 2021 - 23:12

Print Friendly

Bancos devem funcionar durante feriadão na Paraíba

Medida provisória não altera o funcionamento dos serviços bancários durante o feriadão. Foto: Reprodução

Medida provisória não altera o funcionamento dos serviços bancários durante feriadão. Foto: Reprodução

O Governo do Estado da Paraíba publicou uma Medida Provisória (MP) em que antecipa os feriados durante toda semana de 29 de março a 02 de abril, com o objetivo de conter o avanço da Covid-19 no Estado. Mas, a Medida Provisória não altera o funcionamento dos serviços bancários durante o feriadão.

De acordo com o decreto, as agências bancárias e casas lotéricas poderão realizar atendimento presencial, exclusivamente para atividades que não possam ser realizadas nos caixas eletrônicos e canais de atendimento remoto, bem como prestar auxílio ao atendimento dos aposentados, pensionistas e beneficiários do Bolsa Família.

Durante o feriado de cinco dias, antecipado em medida provisória pelo Governo, será mantido o toque de recolher das 22h às 5h e ampliada a suspensão das aulas presenciais para as redes públicas e privadas. Dentre os serviços considerados essenciais e que poderão funcionar ao longo dos próximos dias estão supermercados, feiras livres, açougues, padarias e lojas de conveniência situadas em postos de combustíveis, ficando vedado o consumo de quaisquer gêneros alimentícios e bebidas no local.

Os restaurantes, bares e lanchonetes só poderão funcionar até as 21h30 por meio de entrega em domicílio e retirada de mercadoria. Comércio atacadista de produtos alimentícios em geral e de medicamentos, além de serviços de transporte de cargas também estão entre as atividades liberadas para funcionar.

Já os estádios, ginásios, centros esportivos e os parques pertencentes ao estado ficarão fechados. As missas, cultos e cerimônias religiosas presenciais também seguirão suspensos no período, ficando asseguradas as atividades de preparação, gravação e transmissão das celebrações, bem como as ações de assistência social e espiritual, atendendo as recomendações sanitárias.

Isabela Melo / ClickPB