IBGE divulga editais de processos seletivos com quase 4000 vagas na Paraíba

18 de fevereiro de 2021 - 12:19

Print Friendly

IBGE divulga editais de processos seletivos com quase 4000 vagas na Paraíba

Com vagas temporárias para o Censo Demográfico 2021, editais ofertam oportunidades em todos os municípios do Estado

Com vagas temporárias para o Censo 2021, editais ofertam oportunidades em todos os municípios do Estado

Com quase 4 mil vagas apenas na Paraíba, dois editais de processos seletivos simplificados do IBGE para o Censo Demográfico 2021 foram divulgados nesta quinta-feira (18). Estão sendo ofertadas oportunidades para contratações temporárias em todos os municípios do estado. Um dos certames conta com 3.365 vagas para recenseador, enquanto o outro oferta 476 para os cargos de agente censitário supervisor (ACS) e agente censitário municipal (ACM).

As inscrições para ACM e ACS poderão ser feitas a partir desta sexta-feira (19) até o dia 15 de março, com uma taxa de R$ 39,49. Já para a posição de recenseador, esse período será da próxima terça-feira (23) até o dia 19 de março, com taxa de R$ 25,77. As inscrições devem ser feitas pela internet, no site do Cebraspe (cebraspe.org.br/concursos), e a taxas poderão ser pagas em toda a rede bancária, pela internet e em casas lotéricas. No ato da inscrição, o candidato poderá escolher a área de trabalho e em qual cidade realizará a prova.

Em 2020, foram abertas inscrições para os cargos de recenseador e agente. No entanto, com a pandemia de Covid-19 e o adiamento do Censo Demográfico, os editais foram suspensos e meios para devolução das taxas de inscrição foram disponibilizados pelo instituto. Sendo assim, mesmo aquelas pessoas que já haviam se inscrito no último ano, precisarão realizar esse procedimento novamente para que possam participar dos processos seletivos.

Para a função de recenseador, é exigido ensino fundamental completo. A previsão de duração do contrato é de até 3 meses, podendo ser prorrogado mediante necessidade de conclusão das atividades do Censo e de disponibilidade orçamentária. As renovações ou rescisões dos contratos estarão condicionadas ainda ao cronograma da coleta e aos resultados da avaliação de desempenho do contratado. A jornada de trabalho é de, no mínimo, 25 horas semanais. Veja aqui o edital: https://is.gd/W7hVuB

Para as funções de agente censitário, é exigido ensino médio completo. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Os melhores colocados em cada município ocuparão a vaga de agente censitário municipal, que será o responsável pela coordenação da coleta naquela cidade. Os demais supervisionam as equipes de recenseadores. A previsão de duração do contrato é de até 5 meses, podendo também ser prorrogado. Veja aqui o edital: https://is.gd/CoQVNb

Provas e resultados - De acordo com o IBGE, as provas objetivas serão aplicadas presencialmente em 18 de abril para agente censitário municipal e agente censitário supervisor. Para recenseadores, as provas serão também presenciais, em 25 de abril, “seguindo os protocolos sanitários de prevenção da Covid-19”. Essa diferença de datas permite ao candidato participar dos dois processos seletivos.

As provas serão realizadas em todos os municípios onde houver vagas. Os gabaritos preliminares serão divulgados no dia seguinte a aplicação das provas, a partir das 19h, no site do Cebraspe. O resultado final dos aprovados será divulgado em 27 de maio. A previsão para contratação é dia 31 de maio no caso dos agentes censitários, e em julho para os recenseadores. O processo seletivo autorizado tem menos vagas previstas que o anterior, que foi cancelado por causa da pandemia. Lançado em março do ano passado, o edital trazia 208.695 vagas e a previsão era receber quase 2 milhões de inscrições.

G1, com Ascom IBGE